Início » Blog » Expresso Cidades 2

Expresso Cidades 2

Esse é o Expresso Cidades, onde apresentamos as principais notícias da semana, divulgadas nas cidades onde o Expresso Libertário atua, sempre sob uma ótica libertária.

Vamos começar por Sete Lagoas-MG onde o prefeito recorreu ao STF para não aderir ao “programa minas consciente”, programa de controle econômico com a velha argumentação do “bem coletivo”, mas como sempre o supremo negou e a cidade será impedida de retornar a normalidade, mesmo apresentando dados satisfatórios sobre a quantidade de leitos e outras métricas, tiradas das ideias fantasiosas de políticos.

Em Itajubá, com todo o comércio e várias outras atividades econômicas proibidas de abrir ao público, dezenas de pessoas resolveram (ou por acaso) se encontrar no parque da cidade, mas infelizmente isso não durou muito, após suposta denúncia a PM foi ao local e após notar a quantidade de pessoas montou uma verdade operação de coação, todo o efetivo do turno participou do “show” que ainda contou com a participação da milícia do prefeito (Guarda Municipal).

Brasília está entre cobras, tubarões e máscaras, o bicho está solto nos arredores do planalto central, pessoas estão sendo investigadas por criarem animais exóticos, após um jovem ter sido atacado por uma cobra exótica, a polícia foi atrás e descobriu um homem que possuía uma cobra avaliada em cerca de 20 mil reais. Para ficar mais estranho, outro homem foi encontrado um tubarão, vivendo em um aquário, enquanto são investigados esses “crimes”, em um protesto pró armas varias pessoas são vistas descumprindo, a lei arbitrária, do uso de máscaras, nada foi feito e não houve fiscalização.

Talvez o melhor ato de desobediência civil tenha sido o do Florianópolis, onde mesmo após ameaças da milícia local, um cartódromo promoveu um evento de corrida, onde participaram pessoas de vários estados do país, infelizmente alguém fez uma denúncia e a milícia, com fiscais da prefeitura, multaram e fecharam o lugar, só espero que esse ato motive outras pessoas a descumprirem essas regras estúpidas.

Essas e outras notícias nos levam a questionar, cada dia mais, o porquê de tantos crimes sem vítima serem punidos e execrados, enquanto crimes reais ficam no esquecimento e raramente são punidos, a resposta pode parecer difícil, mas não é, punir pessoas que não cometeram crimes reais é muito mais fácil, pois em sua maioria são indivíduos pacíficos e na maioria das vezes não reagem diante da agressão estatal.

Esse foi o Expresso Cidades, sua fonte de comunicação semanal, as fontes das notícias originais são o G1 e jornais locais, assim como boletins das máfias parasitas locais.